domingo, 20 de janeiro de 2008

PEDRO ALECRIM, António Mota

Pedro Alecrim vive com a sua família. Frequenta a escola, brinca e também ajuda os pais nos trabalhos do campo. Não é um aluno brilhante, mas gosta da escola e, por vezes, não percebe porque é que aquilo que vai aprendendo na escola não lhe é útil na sua vida fora da escola.

É no equlíbrio entre a ingenuidade e os sonhos de criança e a percepção, sempre latente, de que a vida lhe reserva mais problemas e dificuldades do que uma longa caminhada para a escola em dia de temporal que vive Pedro Alecrim.

Este livro conta uma história que nos faz reflectir sobre o tempo e sobre a necessidade de não desperdiçar aquilo que nos é dado. António Mota conta a crianças e adultos a história de um menino que viu a sua vida mudar depois da morte do pai e que soube lidar com novas e pesadas responsabilidades com uma naturalidade surpreendente que talvez estivesse fora do alcance de um adulto.

2 comentários:

Luis disse...

Obrigado pelo belíssimo trabalho já feito que facilita a nossa tarefa. Um abração...
:-P

Luís Dias disse...

Mon ami Santos Green
Agora a sério..
Uma ideia interessante, com pernas para andar...
Um abraço